Crítica de uma morte anunciada: contribuições da TMD à análise da estratégia nacional-democrática e democrática-popular

Autores: 
Mirella Rocha

Resumo

Essa reflexão busca trazer as contribuições da Teoria Marxista da Dependência (TMD) e especialmente de Ruy Mauro Marini, à crítica da Estratégia Nacional-Democrática, tendo em vista retomar a dialética do desenvolvimento capitalista dependente para pensar o Brasil do cenário contemporâneo, as contradições da Estratégia Democrática e Popular e a Revolução Brasileira. Em nossa hipótese, as análises tecidas no arcabouço teórico-político da TMD, desvendaram a morte anunciada da Estratégia Nacional-Democrática de sua época, ao expressar sua crítica – que residia na incompreensão do caráter capitalista da economia brasileira, ainda que dependente –, além de informar a Estratégia Democrática Popular e defender a via da Estratégia Socialista Revolucionária, portanto sem lugar para o reformismo e a conciliação de classes.