Código Florestal Brasileiro e Código Ambiental de Santa Catarina: legislação a favor do lucro

Autores: 
Miriam Santini de Abreu

Resumo

O objetivo deste artigo é desvendar parte das consequências da legislação em favor do lucro, e revelar como a alteração do Código Florestal Brasileiro iniciou-se a partir de uma ação articulada por diferentes grupos políticos e econômicos e que teve, no Estado de Santa Catarina, um processo fundamental no qual se ancorar. Alterar o Código Florestal implica anular a aplicabilidade de um relevante conjunto de leis ambientais para abrir ainda mais espaço para o agronegócio e o setor imobiliário, ampliando possibilidades de lucros cada vez maiores para os atores sociais ligados ao meio empresarial, com o aval da legislação.