Marcelo Odebrecht confirma que financiou campanhas da oposição na Venezuela

5 de Janeiro de 2018, por IELA


O empresário Marcelo Odebrecht , em declarações a fiscais peruanos no dia 9 de novembro, em Curitiba, onde está preso, confirmou que a empresa financiou as campanhas políticas da oposição venezuelana consubstanciadas na MUD, responsável por ondas de violência que deixaram mais de 100 mortos naquela país. 

Marcelo foi submetido a interrogatório por autoridades peruanas porque está envolvido também no financiamento ilegal da campanha do atual presidente do Peru, Pedro Paulo Kuczynski, que há poucos dias concedeu indulto ao ex-ditador Alberto Fujimori, bem como da campanha de Keiko Fujimori, filha do ditador. 

Como é possível notar, essas grandes empresas acabam por despejar dinheiro sempre nas candidaturas que acreditam ter alguma chance de ganhar as eleições, garantindo assim seus privilégios com qualquer dos candidatos. Segundo o magnata da construção, a estratégia da empresa era sempre financiar candidatos de oposição a governos mais progressistas, que não aceitavam propina, mesmo que não houvesse chance de ganhar, evitando assim “problemas futuros”. Marcelo afirmou que mesmo estando na oposição, esses políticos podem causar turbulências nas negociações, então é mais tranquilo mantê-los todos amarrados via os financiamentos. 

Para as megaempresas não importa quem esteja no poder. Tudo é negócio. E quem aceita o jogo, está fisgado. 

Fonte: Telesur