"O governo está nos chamando para a guerra"