Últimas entradas

NOVO PORTAL DO IELA

A América Latina a seu alcance

O Instituto de Estudos Latino-Americanos inicia esse ano a sua jornada rumo a segunda década de existência e, para celebrar esse momento de fundamental importância na consolidação de um projeto que nasceu pequeno, em 2004, e cresceu a ponto de se fazer um instituto, apresenta a todos os nossos companheiros de jornada a sua nova cara.

Essa já é a terceira versão do portal latino-americano, nesse momento renovada e atualizada com base no Drupal - tecnologia de código aberto e software livre. A primeira versão surgiu em 2004, quando ainda éramos só o Observatório Latino-Americano, e a segunda em 2007, quando nos tornamos o IELA. Esse novo portal surge agora, depois de um largo trabalho de uma pequena equipe de pessoas apaixonadas pela América Latina e pelo trabalho que o Instituto, no seu dia-a-dia desenvolve. Fruto da contribuição profissional e militante de Lucas Constantino Silva, Guilherme Constantino Silva, Marcelo Rubens, Leopoldo Paqonawta e Elaine Tavares, com a colaboração de todos os coordenadores de projeto e alunos bolsistas, o portal se oferece como espaço oxigenado de notícias, artigos, vídeos e projetos que são desenvolvidos pelo grupo de pesquisadores do Instituto.

No IELA a América Latina é o foco principal, porque esse é o espaço geográfico onde experienciamos nossas vidas. A conjuntura dos países da Pátria Grandes, as análises contextualizadas dos temas mais candentes, as experiências e lutas do Movimento Social, as batalhas dos povos originários, as notícias sobre a vida que se expressa nesse grande continente. No IELA, espaço de reflexão e resistência, ninguém mais está de costas para a América Latina. Há um compromisso intelectual e político com o pensamento crítico, descolonizado e anticapitalista que viceja em "nuestra América". É sobre ele que nos debruçamos, e é com ele que esgrimimos a batalha da comunicação.  

Esperamos que o novo portal do IELA seja do agrado de vocês e que todos possam desfrutar com mais qualidade do valioso material textual e imagético  amealhado nesses onze anos de caminhada pelas artérias profundas do nosso continente.

Seguimos em frente, sempre em boa companhia.